15 de janeiro de 2018

Com amor, Van Gogh

hand painted film animates vincent van gogh's life in the style of his paintings

Com amor, Van Gogh foi um dos filmes mais impressionantes que eu já vi. Em homenagem ao pintor Vincent Van Gogh e, acima de tudo, à arte, sua produção traz um conceito diferente, que pode parecer estranho à primeira vista, mas que é absolutamente incrível e original. Fiquei arrepiada nos primeiros trinta segundos de filme, apenas com os créditos iniciais, e passei todo o resto da sessão de cinema com a sensação de que estava participando de algo especial.

As primeiras imagens correspondem à uma frase em constante movimento, como se ela estivesse sendo pintada naquele instante, e ela nos traz uma informação básica para entendermos sua ideia. Eu não tinha assistido ao trailer nem visto qualquer outra coisa sobre esse filme, apesar de ter uma noção do que ele tratava, então demorei um pouco para entender a forma com que ele fora produzido, mas acho que isso tornou o momento em que eu entendi ainda mais overwhelming.

Vejam só: a frase da qual falei informara que o filme que estávamos prestes a assistir fora produzido por mais de cem artistas que se dedicaram a pintar telas correspondentes a cada frame dos vídeos gravados com os atores, para dar a ideia de movimento mencionada. Imaginem isso. Um frame não é sequer um segundo, gente. Está bem longe disso, na verdade.

Resultado de imagem para com amor van gogh pintores produçãoNão sei se dá para perceber a grandiosidade dessa informação pelo o que estou escrevendo aqui, mas assimilar esse fato enquanto eu assistia aos primeiros minutos da produção foi demais. Esse é o tipo de trabalho que só se alcança com muita entrega e paixão pela sua arte e, para alguém que sonha em viver da sua criatividade algum dia, isso é tão inspirador que mal consigo explicar. 

A cada câmbio de cenário, a cada deslocamento dos personagens, eu me pegava me perguntando como aquilo fora possível. Agora eu sei que foram mais de sessenta mil quadros.


"Só podemos falar através das nossas pinturas." 


- disse Van Gogh, e eu não poderia concordar mais. Cada um expressa suas pinturas de uma forma diferente, seja através de atitudes, palavras ou qualquer que seja a sua arte e esses artistas conseguiram mesmo passar uma mensagem.

Eles utilizaram a técnica do artista homenageado para produzir os quadros, como se a história dele não pudesse ser dissociada de suas obras, além de diversas referências às suas pinturas em si e às pessoas as quais ele retratou através delas.

Art is to console those whoa re broken by life. - Vincent Van Gogh #quotes


Os primeiros minutos fazem uma alusão ao quadro noite estrelada, um dos mais famosos e adorados do pintor, mas sob uma perspectiva diferente, porque no filme ele ganha vida própria a medida que os créditos iniciais vão passando. Junte isso à informação que eles acabaram de fornecer sobre a forma de produção e eu te desafio a não sentir seu coração bater mais forte, com uma sensação boa de que está vendo algo verdadeiramente bonito e autêntico.

Para além do visual, o filme traz também a importante proposta de revelar pequenas particularidades da personalidade de Van Gogh, bem como suas angústias e situações pelas quais passou momentos antes de sua morte, desmistificando a ideia de que ele tenha sido um herói ou um louco, seja pela sua arte ou por algumas situações perturbadoras que provocara em vida, como o corte de sua própria orelha.

Ele era um como tantos de nós, incompreendido, com sonhos, amor pelo que fazia e poucas habilidades sociais. A verdade é que as doenças da mente podem ser as mais prejudiciais à integridade de uma pessoa, por mais extraordinárias que elas sejam.


O título do filme é outro pequeno grande detalhe acolhedor, porque loving Vincent - como diz na língua de origem - era a forma com a qual o pintor assinava as cartas que enviava para o irmão, uma das pessoas mais próximas a ele e o grande patrocinador do seu trabalho. Por isso que o foco do filme gira em torno de um rapaz que conhecera Van Gogh - Armand Roulin, filho do carteiro a quem Vincent entregava suas cartas - buscando entregar a última carta escrita pelo pintor antes de morrer.

Nessa jornada, ele acaba descobrindo alguns episódios anteriores à morte de Van Gogh, mas, como nós, parece não encontrar a resposta para o que acontecera realmente com ele. Até hoje há teorias divergentes de que ele poderia ou não ter atirado em si mesmo. Independente disso, o filme é emocionante, tanto pela produção quanto pelas ideias do pintor, tão bem representadas do início ao fim. Amo especialmente a forma com que ele falava das estrelas e do universo. A trilha sonora também me cativou muito.

Por isso que a beleza desse filme está nos detalhes, ainda que ele traga certa melancolia em seu conjunto. Depois de uma homenagem dessas, é muito triste pensar que Vincent só conseguiu vender um de seus quadros em vida e nunca teve seu sonho realizado de ser reconhecido pelo seu trabalho. Ao menos, não enquanto viveu. Saí da sala de cinema pensando em como nossas vidas seriam melhores e mais bonitas se reconhecêssemos os talentos e habilidades das pessoas com quem convivemos enquanto elas ainda podem nos ouvir e se sentir especiais. Essa constatação não te faz querer sair dizendo a todo mundo o quão incríveis eles são?

Resultado de imagem para com amor van gogh


"Não tenho certeza de nada, mas a visão das estrelas me faz sonhar."


Apenas a título de registro, acho que minha experiência foi ainda mais completa pelo fato de eu ter assistido a esse filme tão singular num cinema de rua que eu não visitava desde que era criança. O ambiente é intimista de tal forma que pareceu perfeito para o momento e o meu dia se encerrou de uma maneira leve como há muito não fazia.

De muita maneiras, vou lembrar desse dia atípico e fofinho que passei em nove de janeiro de dois mil e dezoito. Foi meu primeiro filme do ano. Será que ele ainda está passando na cidade de vocês? Go, go, go.





Com amor, Lisete.


leia também

nos acompanhe pelo face • insta  youtube


Escrito por: Lisete Reis
Arquivado em


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos conta sua opinião. ♡ Assim que podemos, publicamos e respondemos todos os comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

https://twitter.com/maccieirahttps://www.instagram.com/jennifermacieira/https://www.flickr.com/photos/113227884@N07/



https://www.instagram.com/lisete_reis/https://www.flickr.com/photos/153046504@N02/

Facebook

Instagram

Youtube

Newsletter

Publicidade

Booking.com