20 de maio de 2017

Uma tarde no Parque Lineal Ciudad del Río, refrigerante postobon e cerveja com maracujá

Parque Lineal Ciudad del Río {dezembro 2016}

Os lugares que foram mais especiais para mim em Medellín foram grandes surpresas. Eles não estavam nas primeiras indicações dos sites de buscas nem eram tão óbvios assim, mas talvez a magia more exatamente aí, no desconhecido.

A primeira vez que eu fui até o Museo de Arte Moderno de Medellín, eu não fui para vê-lo, eu acho que nem ouvira falar de sua existência até o momento, então acabou sendo totalmente por acaso que eu descobri um dos meus lugares favoritos na cidade e tudo começou com uma tarde no Parque Ciudad Lineal del Río, localizado em frente ao museu.

MAMM {dezembro 2016}


No primeiro domingo após a minha chegada, participei de uma reunião com o pessoal da AIESEC na Universidade EAFIT para discutirmos sobre o projeto antes de começarmos de fato a trabalhar, logo depois fomos avisados de que haveria uma espécie de piquenique de boas vindas e todos estavam intimados a participar. Naquele ponto, eu estava começando a conhecer todo mundo, mas já haviam amizades que estavam firmes, como a da Soff e a da Júlia, uma brasileira a quem eu salvei mais cedo naquele dia, quando ela ficou presa para fora de casa. (Claramente um ótimo jeito de começar uma amizade, Ju!)

Pegamos todos um ônibus convencional da Universidade até lá e estávamos parecendo uma excursão turística - isso ou sardinhas enlatadas -, mas chegamos ao museu rapidinho. Andamos uma quadra em direção a uma área verde para visualizarmos de fato o local em que ficaríamos e foi amor à primeira vista: diversas toalhas quadriculadas em branco e vermelho, grupos de jovens, bolhas de sabão, cachorros fofinhos e brincalhões correndo ao redor e, mais ao fundo, algumas barraquinhas e food trucks.

Eu gostei de cara daquilo ali, parecia exatamente o tipo de lugar que só os moradores conheciam, porque eu não havia visto em qualquer lugar da internet, e agora nós também. E o mais legal era ter uma vista linda da cidade ao nosso alcance sem nem estar numa parte privilegiada da cidade para isso. Era só olhar para cima e as montanhas que rodeiam Medellín nos fariam o favor de proporcionar uma paisagem maravilhosa. Foi a primeira vez que eu notei que não importa muito aonde estamos na cidade, quase sempre será possível se encantar com o contraste das montanhas e dos prédios em sua extensão.

Parque Lineal Ciudad del Río {dezembro 2016}
+ Medellín: a cidade da eterna primavera

Nas nossas imensas toalhas de piquenique, comidas de todos os jeitos: biscoitos salgados com pelo menos cinco tipo de molhos, biscoitos doces, croissants e refrigerante postobon. Sempre fico curiosa com gastronomia e hábitos diferentes. Como já conhecia tudo o que estava ali e já havia me aventurado com o guacamole colombiano (eles realmente gostam de abacate), parti para o refrigerante de maçã dando sopa ali pertinho de mim. Pela primeira e última vez. Ainda vou fazer um post sobre comidas na Colômbia, mas esse refrigerante definitivamente não entra nas recomendações. E ele é tão famoso por lá que vocês nem imaginam! Por patrocinar o time mais querido de Medellín, o Atlético Nacional. 

Mais tarde naquele dia, com sede e sem outra opção, resolvi aceitar um golinho de outra novidade que vieram me apresentar: a cerveja com maracujá. Foi algo tão estranho quanto o refrigerante para mim, mas todo mundo pareceu amar tanto que, tudo bem, vamos falar sobre isso.

Eu não gosto de cerveja comum, mas talvez o gosto do maracujá tenha disfarçado um pouco o da cerveja e eu até consegui tomar o tal gole sem fazer muita careta. (Vou me dar esse crédito.) Se você ficou curioso, fique avisado que esse foi o único momento da viagem que eu vi essa bebida, o que não significa que ela não exista em outros lugares, mas por via das dúvidas...

Parque Lineal Ciudad del Río {dezembro 2016}
+ Transporte em Medellín: como se mover na cidade e não se perder

Gostaria de ter tirado mais fotos naquela tarde, algumas que coloquei nesse post, inclusive, foram tiradas em outros dias que voltei lá, mas espero que tenha dado para perceber que o Parque Lineal Ciudad del Río é um lugar para estar tanto entre amigos quanto entre a família. Ficamos até o anoitecer - quando eu me toquei que não sabia voltar para casa dali. Sorte a minha que metade das pessoas também não e fomos todos caminhando até a estação Industriales do metro, que não era tão longe.

Aquele foi um dia para fazer amigos, conhecer pessoas e provar coisas diferentes. Não tivemos muito tempo para conversar na reunião mais cedo, então foi ali que eu descobri nacionalidades, características e muita simpatia entre mexicanos, argentinos, brasileiros, uma americana, uma venezuelana e um guatemalteca. Isso só para começar, porque foram surgindo muitas outras pessoas durante a viagem. Foi algo completamente novo e esquisito para mim me sentir bem em um grupo grande, mas acho que todo mundo ali estava unido pelo mesmo propósito e a identificação já começou daí. Nós saímos de nossas casas, viajamos sozinhos e estávamos dispostos a ajudar a cidade: foi o suficiente para passarmos um tarde bem tranquila e cheia de expectativas naquele parque.

Ainda voltei lá duas vezes depois para visitar o museu e um outro lugar favorito nas redondezas, a loja la pequeña galeria, então vocês ainda verão mais desse lugar por aqui. Ele só estava estranhamente vazio nesses dias, o que me fez pensar que ele deve ser mais frequentado aos domingos mesmo. Ou a chuva, por vezes tímida, por vezes indecisa, que dominou as semanas seguintes não foi tão convidativa para as pessoas curtirem o ar livre.

Ao menos tive a chance de vê-lo uma vez em seu melhor e mais vivo estado. ♡


Escrito por: Lisete Reis


 

6 comentários:

  1. queee lugar mais amor, amiguinha!! eu nunca fiz um piquenique, acredita? tá na minha listinha de coisas que preciso fazer um dia. e quero com direito a toalhinha quadriculada, porque sim.
    quanto às bebidas que você citou: fiquei curiosa com as duas! o refrigerante de maçã por motivos óbvios e a cerveja de maracujá por motivos mais óbvios ainda! hahaha maracujá > todo o resto
    amei tudo e continue escrevendo essas coisas lindas que alegram minha vida <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou: chorosa. Obrigada, amiguinha!! ♡ ♡ ♡ E vamos dar um jeito nessa história do piquenique, viu? Sobre as bebidas, queria muito dizer que você vai amar, mas, err... hahaha

      Excluir
  2. Super sou dessas que acredita também que a magia more no desconhecido! Tantos lugares que são mais legais e se tornam mais significativos pra gente e que estão fora da rota turistica, ou das atrações mais procuradas. Ir pra esses lugares com gente querida só ajuda pro lugar se tornar nosso favorito,né?
    Um dia assim no parque realmente é uma ótima ideia pra todo mundo se conhecer. Que vontade de fazer um programa de intercambio assim.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, Taís! Acho que a parte mais legal de qualquer viagem sempre é um momento imprevisível. Por mais que a gente queira visitar alguns lugares famosos e planeje muito isso, a forma com que acontece e os caminhos que a gente vai percorrer são um mistério e se deixar surpreender pode ser maravilhoso. ♡ E olha, muito bom a experiência de intercâmbio! Acho que você já é experiente em viajar por conta própria, mas isso é bem diferente, porque a gente acaba aprendendo coisas que vão além do país em que estamos. :) Beijoss

      Excluir
  3. Oi, Lisete! Quando eu morava no México eu também colaborei com a AIESEC, como voluntária... também tenho muitas histórias pra contar e o motivo de eu estar na Estônia hoje, é relacionado com essa época... <3 haha! Adorei essa ideia da cerveja com maracujá, mas será que nao dá muito sono? Se com uma cerveja eu já estou dormindo, nao imagino como seria com suco de maracujá! hahaha :) Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Vi no seu blog que você se formou em gastronomia por lá, mas nem imaginava que tinha participado da AIESEC, que legal! Eu ia adorar saber mais sobre isso, de verdade. ♡ E sobre como você foi parar na Estônia! Não é um lugar nada convencional, mas aposto que muito interessante. E simmm, imagino que você esteja certa sobre a cerveja, mas eu não quis descobrir, viu? hahaha Não passei do primeiro gole, acho que cerveja de nenhum tipo é minha praia. :P Beijos!!

      Excluir

Nos conta sua opinião. ♡ Assim que podemos, publicamos e respondemos todos os comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

https://twitter.com/maccieirahttps://www.instagram.com/jennifermacieira/https://www.flickr.com/photos/113227884@N07/



https://www.instagram.com/lisete_reis/https://www.flickr.com/photos/153046504@N02/

Facebook

Instagram

Youtube

Newsletter

Publicidade

Booking.com