29 de julho de 2016

Tigres em Dia Vermelho

Tigres em dia vermelho, Liza Klaussmann

Intrigante é uma boa palavra para definir essa história. Ela parece complexa de início, pois fica alternando entre passado, presente e futuro e nós nunca sabemos em qual desses cenários de fato ela se passa. Isso não chega a ser um problema, mas até me acostumar foi um pouco confuso. O livro é narrado sob cinco perspectivas, mas sempre girando em torno das primas Nick e Helena.

Tigres em dia vermelho, Liza Klaussmann

O pontapé inicial da história é dado com o fim da segunda guerra mundial, quando as duas primas, que sempre foram muito próximas, vão se separar pela primeira vez. Helena está começando um novo casamento em Hollywood, enquanto Nick vai para a Flórida se juntar ao marido Hughes. As duas cresceram passando seus verões na Tiger House, uma propriedade da família que vai ser o cenário de boa parte do livro.

Com o passar do tempo, as primas percebem que aquele mundo cheio de possibilidades não existe e a vida começa a parecer muito menos do que o esperado. A narração é dividida entre elas, Hughes, o marido de Nick, e Dayse e Ed, os filhos de Nick e Helena, respectivamente. Eu particularmente achei que o ritmo melhora depois da aparição dos filhos das protagonistas, porque é quando a história ganha um maior teor de mistério e intriga.

Tigres em dia vermelho é o tipo de livro que inicialmente parece nos levar a lugar nenhum, a história parece sem propósito. Esse foi o motivo pelo qual eu demorei bastante para conseguir engrenar na leitura e cheguei a pensar em abandonar algumas vezes. No fim das contas, fiquei feliz por ter continuado firme e, apesar de não ser nem de longe um livro favorito, eu acho que vale a pena ler. Querer entender o que se passa na mente de cada um ali e como aquilo vai chegar a um desfecho é o que nos faz virar as páginas. 

Para mim, o ponto alto dessa história é a veracidade que os personagens passam. É quase impossível amar completamente algum deles, bem como odiar. Todos eles possuem fraquezas, alguns mais que outros, mas quase nunca suas ações são completamente injustificadas. Os personagens são a vida desse livro, não somente o enredo. 

Tigres em dia vermelho, Liza Klaussmann



Escrito por: Jennifer Macieira
Arquivado em


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos conta sua opinião. ♡ Assim que podemos, publicamos e respondemos todos os comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

https://twitter.com/maccieirahttps://www.instagram.com/jennifermacieira/https://www.flickr.com/photos/113227884@N07/



https://www.instagram.com/lisete_reis/https://www.flickr.com/photos/153046504@N02/

Facebook

Instagram

Youtube

Newsletter

Publicidade

Booking.com