15 de junho de 2016

O amor nos tempos do ouro

O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho

A Marina Carvalho já é uma escritora consideravelmente conhecida - na minha estante e na literatura nacional. De sua autoria, já li Simplesmente Ana e Azul da Cor do Mar, sendo o segundo um dos meus nacionais favoritos, sem a menor dúvida.

O amor nos tempos do ouro, no entanto, é bem diferente desses livros anteriores da autora que eu li. É um romance histórico que se passa na época colonial e conta a história da Cécile Lavigne, uma franco-portuguesa que acabou de perder toda a família em um naufrágio e está sendo enviada para a Colônia à mando do seu tio Euzébio, que não tem planos muito bons para o futuro da sobrinha.

O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho

Sem nenhum direito sobre a sua herança na França e obrigada a casar-se com um conhecido tirano das Minas Gerais, ela não vê esperança no futuro. Logo que chega ao Brasil, é recebida pelo tio no Rio de Janeiro e imediatamente enviada para o noivo, que contratou o explorador Fernão para acompanhá-la na travessia do Caminho Novo até Vila Rica, em Minas.

O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho

O tempo em que ficam na companhia um do outro dá uma base para o desenrolar restante do livro. A parte histórica é extremamente rica e essa foi uma das partes que eu mais curti, é perceptível o cuidado da Marina com a pesquisa em torno da época retratada. A escravidão divide o protagonismo junto com a Cécile e o Fernão, a autora não fez questão de amenizar ou minimizar o assunto.

Isso tudo passa confiança durante a leitura e ela flui extremamente bem. A narração é dividida entre a terceira e a primeira pessoa, sendo a maior parte na terceira. A primeira pessoa é justificada ao nos dar acesso aos pensamentos que Cécile coloca em seu diário, e confesso que sempre ficava ansiosa para esses capítulos e os considerava os mais legais, sem falar que agregou na percepção geral da história.

O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho
O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho

Por termos uma proximidade maior com nossa personagem feminina, através dos fragmentos do diário, talvez eu tenha tido a impressão de que a evolução dos sentimentos dela no romance foi mais verossímil que a do Fernão. Foi algo bem pessoal, porque eu estava extremamente imersa na personalidade da Cécile e em todas as partes da história me via analisando suas atitudes - as quais não me decepcionaram em nenhum momento - mas isso não quer dizer que Fernão seja um personagem raso.

O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho

Cécile é uma protagonista fantástica que possui as características de uma verdadeira heroína e o fato do livro ser muito mais do que o clichê mocinho-salva-mocinha é demais! Especialmente se levarmos em conta o ano em que se passa a história (1735). A conexão entre os dois é muito amorzinho e o romance como um todo encaixou. Aliás, se teve algo que a Marina soube criar aqui, foram os personagens. Akin, Malikah e Hasan conquistam facilmente e tenho certeza que todos que lerem a história vão amar odiar o detestável Euclides de Andrade.

Um dos diferencias de O amor nos tempos do ouro é ser um romance histórico nacional que nos permite entrar em contato com a nossa história de uma forma relativamente leve. Não é comum esse tipo de abordagem na literatura nacional e com certeza foi algo que me deixou feliz e animada para a leitura.

O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho
O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho

A edição do livro é maravilhosa e muito (ênfase no muito) caprichada, como tentei mostrar nas fotos. Eu amei! A única ressalva que tive foi com relação ao glossário, que fica no final do livro e não espalhado em notinhas de rodapé. Ter que ir lá no fim checar o significado de algumas expressões em francês e/ou iorubá foi um inconveniente que poderia ser evitado, quebrou o ritmo e cheguei a desistir de olhar em alguns momentos, para não ter que parar a leitura novamente. Fora isso, é tudo impecável e eu poderia ficar olhando essa capa para sempre.

O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho
O amor nos tempos do ouro, Marina Carvalho

O que vocês estão esperando para prestigiar a Marina Carvalho em O amor nos tempos do ouro? :)


*Exemplar e marcador cedidos pela editora 


Escrito por: Jennifer Macieira


 

2 comentários:

  1. Eu ainda não tinha ouvido falar sobre esse livro da Marina mas fiquei morrendo de vontade de ler com a sua resenha. Eu gosto muito de romances históricos e adorei saber que a autora soube construir bem os personagens e ambientar a história no contexto da época. Já li Simplesmente Ana e Azul da Cor do Mar e gostei bastante dos dois então já sei que vou curtir esse também. Dica anotada!
    As fotos estão simplesmente maravilhosas, fiquei apaixonada <3

    Beijos,
    Natália.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada por esse feedback, Natália! Fiquei muito feliz por te introduzir esse livro tão lindo. Romances históricos, quando bem construídos, são a melhor coisa.
      Que bom que gostou das fotos!! Beijos ♡

      Excluir

Nos conta sua opinião. ♡ Assim que podemos, publicamos e respondemos todos os comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

https://twitter.com/maccieirahttps://www.instagram.com/jennifermacieira/https://www.flickr.com/photos/113227884@N07/



https://www.instagram.com/lisete_reis/https://www.flickr.com/photos/153046504@N02/

Facebook

Instagram

Youtube

Newsletter

Publicidade

Booking.com