22 de fevereiro de 2016

Filmes em Janeiro 2016

Janeiro foi um mês bem atípico para mim, pois 1. pela primeira vez eu voltei a estudar ainda no início do mês (obrigada, greve) e 2. porque, mesmo assim, eu vi mais filmes do que costumo ver o ano inteiro, hahaha.

Ok, não exatamente. Eu assisti seis filmes, sendo quatro deles pela primeira vez e dois pela segunda, mas isso é muito mais do que o meu normal por mês (que pode chegar a um total de 0, juro). Estou tentando trabalhar minha paciência com relação a isso, e acho que estou indo ~relativamente~ bem por enquanto. Vamos a eles:

Que horas ela volta? 
Comecei o ano vendo um filme brasileiro. ♥ Ele vinha sendo super bem comentado e eu estava com muita vontade mesmo de assistir. Fui motivada pelo fato de ter passado na tela quente da globo, na segunda-feira que deu início às minhas aulas, então nada melhor que um filme e uma pipoca pra curtir a bad, hahaha. Eu curti bastante e recomendo.

  

Para sempre Alice
O mais angustiante de todos. Esse filme foi indicado ao Oscar no ano passado e a Julianne Moore levou, merecidamente, o de melhor atriz. Acho válido que todo mundo veja essa história, e quem tem ou teve algum contato com pessoas afetadas pela doença abordada vai se sentir particularmente tocado. </3 Só senti um pouco de falta de mais cenas tocantes de mãe e filha entre a Alice e a Lydia, personagem da Kristen Stewart, mas nada que tenha prejudicado minha opinião sobre o filme.

  

Orgulho e Preconceito
Ok, uma correção: eu falei no início do post que tinha visto dois filmes pela segunda vez, mas a verdade é que essa foi a milionésima primeira que eu assisti Orgulho e Preconceito, hahaha. Não vou me demorar aqui, apenas deixar a ideia de que Mr. Darcy nunca é demais. (Minha mãe sabe o quanto eu amo essa história, filme e livro, e foi ela que viu passando e me chamou pra assistir ♥)

  

Horas de Desespero
Único filme de ação da lista e consequentemente possui grandes chances de estar entre os favoritos dela. Assisti descompromissadamente junto com minha irmã e meu cunhado, tanto que perdi algumas cenas do início. Mas, depois que empolguei com a história, fiquei quieta e vi até o último minuto. 

  

A Incrível História de Adaline
Se junta ao anterior para formar os favoritos do mês. Gostei muito mesmo dessa história. Sempre tem aquele filme que a gente vive ouvindo falar, que o título é super familiar, mas nunca paramos realmente para assistir, né? Esse era um deles. Adorei e já estou com vontade de ver de novo!

  

Simplesmente Acontece 
Encerrou com chave de ouro. Junto com Orgulho e Preconceito, foi um que já tinha assistido antes, mas minha irmã queria uma historinha água com açúcar e acabamos com Lily Collins e Sam Claflin. ♥ (a história é uma adaptação literária e a Lis já resenhou o livro aqui e fez um livro vs. filme aqui).

  

Espero voltar com um post de fevereiro tão recheado quanto esse (para os meus padrões, pelo menos)!

Beijos,
Jen. | twitter  instagram  flickr


Escrito por: Jennifer Macieira
Arquivado em


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos conta sua opinião. ♡ Assim que podemos, publicamos e respondemos todos os comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

https://twitter.com/maccieirahttps://www.instagram.com/jennifermacieira/https://www.flickr.com/photos/113227884@N07/



https://www.instagram.com/lisete_reis/https://www.flickr.com/photos/153046504@N02/

Facebook

Instagram

Youtube

Newsletter

Publicidade

Booking.com