2 de janeiro de 2016

Um Ano Inesquecível | Resenha

  Um Ano Inesquecível

Um Ano Inesquecível conta com a parceria de quatro autoras muito conhecidas no universo infanto-juvenil, o que me deixou curiosa para conferir o resultado. Cada uma ficou responsável por escrever um conto envolvendo uma estação do ano e achei que a divisão não poderia ter sido melhor, visto que as autoras pareceram expor um pouco de suas personalidades em suas respectivas histórias. 

  Um Ano Inesquecível

Quem conhece um pouco da Thalita Rebouças, por exemplo, sabe que ela é o verão em pessoa! Sempre alegre e divertida. Ela e a Babi Dewet eram as únicas que eu conhecia de outros livros e, coincidentemente, foram as que se destacaram para mim nessa parceria, em especial a Babi, que se mostrou incrivelmente mais madura da série Sábado à Noite até aqui. Quanto a Paula e a Bruna, achei válida a experiência de conhecer suas escritas, mas devo dizer que não me sentia inclinada a adquirir suas histórias já publicadas e seus contos não me fizeram mudar de ideia.

Um inverno inesquecível: Enquanto a neve cair – Paula Pimenta

  Enquanto a Neve Cair | UAI

Nesse conto de inverno, me senti um pouco como a Magê, amiga da protagonista, querendo dar uns sacodes na mesma, chamada Mabel, porque ela estava passando as férias no Chile e estava fechada para curtir a experiência por causa de um menino que a tratava super mal no Brasil.

Tudo começou quando seus pais surpreenderam a ela e a seu irmão com uma viagem maravilhosa, mas isso estragou seus planos de conquistar Igor, o tal menino de quem falei, no sítio de sua amiga, fazendo-a ficar mal humorada o tempo todo, discutindo com todos a sua volta, inclusive sua família, que só queria proporcionar férias diferentes. 

Preciso nem dizer que essas suas atitudes e outras bem obsessivas me chatearam, não é? Mas é possível sentir simpatia por ela, especialmente quando ela conhece melhor Ben, um garoto que a irritava no começo, mas acabou por ser a salvação de suas férias.

  Enquanto a Neve Cair | UAI

Como comentei anteriormente, não fui surpreendida nem me apaixonei por esse conto, mas ele é fofo e retrata bem um amor de viagem, que não precisa necessariamente chegar ao fim com o término do passeio. 

Um outono inesquecível: O som dos sentimentos – Babi Dewet

  O Som dos Sentimentos | UAI

Eis aqui meu conto preferido. A Babi fez da música uma protagonista e eu adorei a forma como ela desenvolveu a temática e o romance, de forma natural e sem intrigas adolescentes. Quer dizer, apenas aquelas que existem de dentro de nós, como medos e inseguranças quanto ao futuro.

Anna Julia, no ano de vestibular, se vê obrigada pelos pais a fazer um estágio depois da aula para sentir como é ser uma profissional do Direito. Com isso, a menina precisa enfrentar todos os dias a correria da Avenida Paulista, mas é graças a isso que encontra uma pessoa especial. Amante da música (e totalmente o oposto de Anna Julia - que não as suporta e se acostumou a ouvir apenas podcasts), João Paulo toca em frente ao MASP todos os dias e começa a observar com interesse a garota que sempre passa atrasada e nunca o ouve cantar devido aos seus fones de ouvido.

  O som dos sentimentos | UAI

Achei que cada interação entre os dois foi escrita de forma bem espontânea, preservando a identidade de cada um. O mais legal é a maneira com que a Anna vai abrindo sua mente para a música e deixa João Paulo participar dessa sua mudança, tomando a atitude corajosa de se divertir em meio ao caos que está a sua vida pré-vestibular. Estejam avisados: esses dois me arrancaram alguns sorrisos bobos.

Sobre o João Paulo, ele tem um gosto musical maravilhoso e, ao longo do conto, você sai com uma playlist muito legal se já não conhecer e tiver a curiosidade de escutar as canções mencionadas.

Uma primavera inesquecível: A matemática das flores – Bruna Vieira

  A Matemática das Flores | UAI

Não sei se foi pela falta de identificação com os dramas enfrentados pela personagem, mas esse conto, para mim, foi o mais fraco. Ainda que tão curto quanto os outros, não consegui me envolver e o li de forma mais arrastada.

Ele gira em torno de Jasmine, que tem esse nome por causa da flor preferida de sua mãe. A menina também passa pela difícil escolha de eleger um curso no ano de vestibular e ainda conta com a preocupação a mais que é a de passar de ano na escola, já que suas notas em matemática não foram nada boas no início do ano. Por isso, sua mãe e a diretora do colégio propõem que ela tenha aulas de reforço com seu professor durante a última semana que resta.

Porém, devido a um imprevisto, quem acaba por ensiná-la a matéria é Davi, um estudante que ingressou em engenharia recentemente, e os dois se dão muito bem, mas, na minha opinião, foi um envolvimento muito rápido e sem profundidade, que rendeu alguns dramas desnecessários a trama. Além disso, há um pouco daqueles episódios mean girls, que eu sei que existe entre algumas adolescentes, mas que não me agrada nem um pouco ler sobre. Algumas atitudes chegam a ser bem maldosas. Para mim, o ponto forte do conto foi a escolha final de Jasmine sobre qual curso seguir e sua relação com a família.

Um verão inesquecível: Amor de carnaval – Thalita Rebouças

  Amor de Carnaval | UAI
Consegui autografar na VII Bienal Internacional do livro de Alagoas 

Esse é o conto para dar umas boas risadas, afinal, não seria da Thalita se não fosse divertido. No começo, me irritei um pouco com as futilidades das meninas, especialmente de Kaká, querendo namorar um príncipe (de verdade, gente), e Tati, querendo ser famosa a todo custo, nem que fosse por ser irmã de namorado de funkeira, mas elas são boas amigas para Inha, a protagonista e mais tranquila das três, além de que elas acabam aprendendo a lição.

A diversão fica por conta da amizade delas e dos nomes engraçados vindos diretamente da imaginação da nossa Thalita maravilhosa, como Carrie Catherine Shy Goldenblat, PJ Gut Gut Teddy Bear e a tal funkeira que mencionei, Keillinha Kero-Kero (além da música hilária), mas o conto reserva alguns conflitos para os leitores e eles começam no carnaval, quando Inha, ainda se recuperando de uma frustração amorosa, conhece Guima. E quem disse que não existe amor no carnaval?

Eu achei os acontecimentos rápidos a partir daí e dramáticos demais, mas vou dar um desconto. O casal principal é fofo e eu também adorei o Paçoca, amigo do Guima.

  Um Ano Inesquecível

Como vocês puderam perceber, o livro teve altos e baixos, então dei uma classificação mediana. Eu gostei do trabalho da editora, tanto pela ideia quanto pela diagramação e visual do livro, mas, quanto ao conteúdo, minhas expectativas não foram alcançadas. 

Vou deixar minha recomendação ~ com ressalvas ~ para um público mais jovem, que talvez discorde de mim, até porque os contos da Babi Thalita funcionam como bons incentivos. 

  Um Ano Inesquecível



Escrito por: Lisete Reis


 

2 comentários:

  1. Oi gente!
    Eu tenho esse livro aqui guardadinho com carinho, mas ainda não li. Sempre priorizou outras leituras. Mas então... Eu não gosto muito da escrita da Babi. Não me atrai nem um.pouco (quem sabe eu mude de ideia ou esse conte me conquista de vez, não é?). Também não gosto muito da escrita da Bruna, mas OK. Também tenho um livro dela aqui e vou tentar novamente ler até o fim. Já a Talita e a Paula são dias queridas. Gosto das histórias da Pimenta e da Rebouças, mesmo estando perdendo um pouco a vontade de ler suas histórias. Acho que o tipo de literatura já não preenche tanto a mim (rs.).
    Fotos lindas, comentários ótimos. Tudo lindo!
    Feliz 2016, lindas.
    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Também não tinha me apaixonado pela escrita da Babi em SAN, sabe, Diego? Mas me surpreendi de verdade com esse conto, espero que aconteça contigo também. Entendo o que disse sobre as outras autoras e acho que compartilho do sentimento. Antes desse livro não conhecia as escritas da Paula e da Bruna e, como eu disse, agora não tenho mais vontade, mas a Thalita fez parte da minha formação como leitora e sempre vou lembrar dela com carinho. A gente cresce e ela continua maravilhosa pras novas gerações. ♥
      Muuito obrigada, viu? Fiquei feliz com sua participação no post :)
      Beijão e um ótimo 2016!

      Excluir

Nos conta sua opinião. ♡ Assim que podemos, publicamos e respondemos todos os comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

https://twitter.com/maccieirahttps://www.instagram.com/jennifermacieira/https://www.flickr.com/photos/113227884@N07/



https://www.instagram.com/lisete_reis/https://www.flickr.com/photos/153046504@N02/

Facebook

Instagram

Youtube

Parceria

Newsletter

Publicidade

Booking.com