18 de setembro de 2015

Fotografias são saudades reveladas

  Sem título

Que eu amo fotografar quase não é novidade pra ninguém. Às vezes até eu mesma acho que exagero um pouquinho, outras acho que fotografo muito pouco e chego a me sentir frustrada por isso (bem louca, porque é óbvio que tudo o que eu não faço é fotografar pouco).

Já vi pessoas falando que hoje em dia muita gente se preocupa mais em tirar fotos de todos os lugares por onde anda e compartilhar isso na internet, do que de fato aproveitar os lugares em si. Que às vezes é mais importante aproveitar o momento e o ambiente do que se preocupar em registrar aquilo tudo. Bom, eu concordo e discordo com isso.

  Fotografias

Primeiro, eu acho que fotografia nada tem a ver com mostrar para os outros e sim com mostrar para si mesmo. Na verdade, lembrar a si mesmo. Não existe nada melhor no mundo do que poder reviver momentos e estar novamente em lugares especiais através de um registro assim.

   Fotografias
   Fotografias

Para mim, divulgar uma foto em alguma rede social ou até mesmo aqui no blog é uma coisa secundária, é uma consequência. Eu amo fotografar pelo simples motivo de que, para mim, é muito mais fácil falar sobre um lugar através do meu modo de fotografá-lo e de editar (afinal, muitas vezes a forma como alguém edita uma foto a deixa mais com a sua “cara” do que a forma que a fotografia em si foi tirada) do que realmente com palavras.

Eu gosto muito de vídeos também, mas penso que as fotos estimulam mais a nossa imaginação e as lembranças. É incrível a quantidade de histórias que uma simples fotografia pode carregar.

Em um resumo que foi muito feliz, acredito que é exatamente como li na frase do Pedro Gabriel (autor de Eu Me Chamo Antônio e que inclusive deu nome ao post), uma vez há algum tempo atrás: uma fotografia nada mais é do que uma saudade revelada. ♥

Lago Negro, Gramado - RS {agosto 2015}
Lago Negro, Gramado - RS • agosto 2015
Pontal do Coruripe - AL {setembro 2015}
Pontal do Coruripe - AL • setembro 2015
Eu e meu cabelo ressecado admirando o Ibirapuera :)
Parque Ibirapuera, São Paulo - SP • novembro 2014
Maragogi - AL {janeiro 2015}
Maragogi - AL • janeiro 2015
Copa do Mundo 2014 | Arena Pernambuco, Recife - PE {junho 2014} | Muito amor envolvido (e muitos mexicanos também).
Copa do Mundo na Arena Pernambuco, Recife - PE • junho 2014
Parque Aldeia do Imigrante, Nova Petrópolis - RS {agosto 2015}
Parque Aldeia do Imigrante, Nova Petrópolis - RS • agosto 2015
Nativitaten | Lago Joaquina Rita Bier, Gramado - RS {dezembro 2011}
Nativitaten, Gramado - RS • dezembro 2011

Um post simples só pra deixar registrado o meu amor nada sutil, hahaha. Beijos :)

            
              Acompanhe o blog também pelo twitter | instagram | facebook | flickr ♥


Escrito por: Jennifer Macieira


 

6 comentários:

  1. Ciao!
    Eu particularmente não gosto muito de tirar fotos (acho que é porque não me acho boa fotógrafa e não tenho câmeras decentes - nem a do celular ajuda), mas adoro rememorar, por isso escrevo kkkkkk
    Mas gosto bastante de fotos, para equilibrar, e amo ver fotos bonitas e sim, a história por trás sempre é interessante, e eu gosto de histórias kkkkkk
    Por isso continue a fotografar bastante, Natinha gosta e apoia kkkk e você tem talento, ajuda muito kkkkk beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Natinha <3
      Escrever também é uma ótima forma de rememorar, e eu até costumo fazer os dois. As duas coisas que eu mais amo fazer no mundo (ou três, se contar as viagens junto). Foquei em viagens no post mas não necessariamente é só isso, qualquer momento que foi especial é válido. Amo as histórias <33
      Obrigadaaa! Muitos corações pra você, viu? Hehehe. Beijos!

      Excluir
  2. Ai moça, conto nos dedos de verdade as pessoas que eu conheço que sabem por a alma em uma fotografia. Suas fotos são isso: sua alma. Dá pra ver que você ama fazer isso só de passar o olho nesse post. Suas imagens são encantadoras, e como você disse, publicar é uma coisa secundária, até porque elas já fazem parte de você.
    Apesar disso, espero que você não deixe de publicá-las aqui, visto que elas são coisas lindinhas demais e passam uma coisa muito boa pra quem vê.
    Continue fotografando com amor, porque talento você também tem.

    Beijinhos,
    Gabi do www.calorescencia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, que comentário mais lindo de ler. Sério mesmo! Você não tem noção do quanto me deixou feliz ler as palavras que você escreveu. Muito obrigada, mil vezes! Pode deixar que eu jamais vou deixar de fotografar com amor, e tento sempre passar isso aqui no blog.
      Beijos! E obrigada mais uma vez ♥

      Excluir
  3. Amei as fotos, Jen! Sempre gostei de tirar fotos e acho que agora isso está ainda mais aflorado, mas, como você disse, às vezes bate aquele sentimento de "não estou tirando fotos suficientes". Fotografia é isso, é prática, e é também identidade, e as suas com certeza transmitem a sua forma de olhar... <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Dani!
      Eu também comecei a praticar com mais frequência recentemente, e é tão bom quando a gente compara com algumas antigas e nota a evolução, né? :)
      Fico feliz que elas transmitam meu olhar, melhor coisa de se ler hehe <3
      Beijos!

      Excluir

Nos conta sua opinião. ♡ Assim que podemos, publicamos e respondemos todos os comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

https://twitter.com/maccieirahttps://www.instagram.com/jennifermacieira/https://www.flickr.com/photos/113227884@N07/



https://www.instagram.com/lisete_reis/https://www.flickr.com/photos/153046504@N02/

Facebook

Instagram

Youtube

Parceria

Newsletter

Publicidade

Booking.com