27 de agosto de 2015

Nada | Resenha

  NADA, Janne Teller

Primeiramente, deixem-me explicar algo atípico numa postagem de resenha: o fato das estrelas de classificação não estarem preenchidas. Decidi por não quantificar Nada, indo contra todos os meus princípios de organização, porque esse livro causou sentimentos muito controversos em mim.  Ao mesmo tempo em que o considero brilhante, digno de pontuação máxima, penso que seu conteúdo é muito macabro e triste para ser classificado de tal forma e, consequentemente, qualquer outra que seja.

  NADA, Janne Teller

Se você já ouviu falar nesse livro superficialmente, através da sinopse, pode se enganar e achar que essa é uma história bastante ingênua e inocente, já que se refere a pré-adolescentes que se questionam sobre o motivo da existência. Porém, a autora atribui à história uma sucessão de acontecimentos bastante bizarros e desconcertantes a partir do meio do livro.

  NADA, Janne Teller

Tudo começa quando Pierre Anthon, um garoto peculiar do sétimo ano, revela para seus amigos de classe que nada importa. Segundo ele, interpretamos um papel inútil ao estudar, amar, trabalhar... e qualquer outro verbo no infinitivo que implique esforço, afinal, todos morreremos um dia e nada do que fizermos será importante. Por isso, ele não vê necessidade em participar de coisas frívolas e cotidianas, como ir à escola, e passa a viver em cima de uma ameixeira, na qual trava diversas batalhas verbais com seus amigos, tentando alertá-los sobre sua descoberta. 

Eles, porém, não podiam estar mais indignados com Pierre Anthon. Quem ele pensava que era para duvidar da importância da vida de cada um? Juntos, queriam provar para o garoto na ameixeira que ele estava enganado, só não sabiam como.

  NADA, Janne Teller

Depois de uma série de discussões, concluem que a melhor solução é montar uma pilha de significados, na qual todos abririam mão daquilo que lhes mais fosse importante, a fim de provar para Pierre Anthon que algo motivava suas existências. 

Contudo, à medida que os primeiros foram obrigados a abandonar objetos de valor emocional, estes foram cultivando sentimentos vingativos e desafiando os próximos participantes a sacrificar coisas cada vez mais intrínsecas a sua essência.

  NADA, Janne Teller

Deixo para imaginação de vocês o que poderiam ser tais coisas, mas adianto um caráter doentio no desenrolar dos acontecimentos. Nada é um livro extremamente angustiante, porque a autora escolhe chocar o leitor para educá-lo. É através das crianças que enxergamos as deficiências dos seres humanos, o que torna tudo mais sombrio, já que estas são lembradas por sua inocência.

  NADA, Janne Teller

A abordagem gira em torno de temas relevantes, como a frequente preocupação do ser humano em ser importante e reconhecido, além de suas reações quando questionados acerca disso. De uma forma mais sutil, aborda a importância daquelas pequenas coisas, geralmente esquecidas, sem as quais perdemos um pouco da sanidade, e temas polêmicos, como religião.

Assim, apesar da tristeza tremenda que tomou conta de mim ao fim do livro, não nego a audácia e competência da autora ao escrever um livro tão reflexivo. Ele é dotado de significado e, na minha interpretação, fortalece a concepção de que nossas vidas tem todo valor, por mais insignificantes que possam parecer, não havendo nada que não importe, pois cada um atribui uma importância diferente às coisas e devemos respeitar.

  NADA, Janne Teller

Nada já foi proibido em alguns países por seu teor fúnebre e, hoje, é considerado didático, o que não aconteceu à toa, mas direciono minha recomendação apenas aos destemidos, de mente sã, aberta e questionadora. 


  • Autora: Jane Teller
  • Editora Record
  • 128 páginas
  • skoob
  • Onde comprar:   Amazon


Acompanhe o blog também pelo instagram | facebook | flickr ♥


Escrito por: Lisete Reis
Arquivado em


 

12 comentários:

  1. Oi Lisete!

    Eu sou louca para ler este livro, está na minha lista de desejados há séculos. Mas ao mesmo tempo fico com um pouco de medo... Sou aquele tipo de pessoa que se impressiona fácil demais, sabe? E não é só você que escreveu que acha o conteúdo do livro macabro demais e essas coisas mexem verdadeiramente comigo. Ainda assim, morro de vontade de lê-lo e tirar as minhas próprias conclusões.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Clara!
      Acho que você deveria mesmo dar uma chance. Se não agora, quando se sentir à vontade. O caráter macabro é inegável por causa dos acontecimentos, mas, dependendo da interpretação que você faz de tudo, a angustia que você vai sentir no final será reveladora e até educativa. Ele também estava na minha lista há MUITO tempo, fiquei feliz por ter conseguido lê-lo.
      Beijos e boa leitura, caso decida por isso!
      Obrigada por passar aqui. :)

      Excluir
  2. Oi, Lis!
    Primeiramente que resenha maravilhosa! Nossa adorei porque ela é uma daquelas que realmente nos faz ficar com vontade de ler o livro, eu fiquei... e muito! Nunca tinha ouvido falar do livro mas o tema que ele aborda é muito interessante,e a autora deve ter escrito muito bem. O que gostei dele foi que nos faz questionar, abre a nossa cabeça para assuntos sobre a nossa existência. Quero muito lê-lo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vitória!
      Muito obrigada! Fiquei tão feliz com seu comentário que você nem imagina, porque esses livros bons, porém esquecidos, precisam se espalhar mais e ser notados por mais gente. O que a abordagem de Nada tem de intensa, a temática tem de interessante. Espero que consiga ler em breve e possa me contar o que achou!

      Excluir
  3. Este é provavelmente o livro que mais me chocou até hoje!
    Terminei a leitura literalmente de boca aberta, principalmente pelo final genial.
    Adorei a resenha, é muito dificil expressar sentimentos e ideias sobre um livro que nos faz ter tantos sentimentos conflitantes durante sua leitura.
    Beijinhos,
    Alice
    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi assim mesmo comigo, Alice! Fiquei sem palavras na hora.
      Há quem pense que um livro bom precisa ter finais felizes, mas acontece que a surpresa e a tristeza também são emoções poderosas. Esse livro conseguiu me desconcertar...
      Beijos e muito obrigada!

      Excluir
  4. Oi Lisete! Essa é a primeira resenha que eu li do livro, mas confesso que antes disso nunca tinha prestado muito atenção no enredo dele, achei que seria meio sem graça. Porém lendo sua resenha deu pra ver como eu estava enganada! Adoro livros que mexem conosco e que nos fazem questionar, e o fato de os protagonistas serem crianças só me deixa mais curiosa. Obrigada pela indicação, vou para a minha lista de leitura!
    Beijos,
    Isa.
    Portal dos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Isa! Que bom que conheceu melhor esse livro! Ele realmente mexe com as emoções de quem o lê. Como você diz que gosta, creio que não vai se arrepender. Obrigada também por passar aqui. Beijos!

      Excluir
  5. Olá,
    Ja faz um tempão que adicionei esse livro na minha wishlist e até hoje não li, acho a sinopse dele tão intrigante e parece ser tão reflexivo, preciso fazer a leitura. Adorei sua resenha, pelo jeito é um livro triste mas quero enfrentar.
    Abraço!
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme. Fico feliz em te relembrar esse livro, ele vale a pena, caso não se incomode com a intensidade. Obrigada e boa leitura! Abraço :)

      Excluir
  6. Oi, Lis! Eu nunca tinha ouvido falar desse livro, confesso que o fato de ter sido proibido em varios paises me deixou curiosa. Porque afinal que tão desconcertante deve ser para ser proibido?! Enfim, irei baixa-li e depois te conto o que achei!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Isso também atiçou minha curiosidade na época! E eu me lembro que ele me deixou com vontade de buscar mais sobre o que a autora quis dizer. Não é um livro para digerir muito fácil e esquecer, viu? Só lendo mesmo para entender. Depois me conta mesmo o que você achou! Beijoss

      Excluir

Nos conta sua opinião. ♡ Assim que podemos, publicamos e respondemos todos os comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

https://twitter.com/maccieirahttps://www.instagram.com/jennifermacieira/https://www.flickr.com/photos/113227884@N07/



https://www.instagram.com/lisete_reis/https://www.flickr.com/photos/153046504@N02/

Facebook

Instagram

Youtube

Newsletter

Publicidade

Booking.com