7 de junho de 2015

Resenha: Graffiti Moon - Cath Crowley

  DSC_1039

Graffiti Moon foi o primeiro livro da editora valentina que eu adquiri. Demorei alguns meses para finalmente ler, mas o fiz em uma ótima hora! Foi a história que, finalmente, me fez sair da ressaca literária enorme em que eu estava desde o final de fevereiro. ♥

O enredo gira em torno de Lucy, uma garota que acabou de se formar no ensino médio. Para comemorar essa realização, resolve passar uma madrugada de aventuras junto com as amigas, com o objetivo de encontrar Sombra, o misterioso grafiteiro que enche os muros da cidade com suas tintas e desenhos significativos. O que ela não esperava era ter que passar essa noite junto com Ed, um garoto que não traz boas lembranças. Tudo isso muda quando ele revela saber onde ela pode achar o Sombra e eles partem juntos em uma jornada instigante.

  DSC_1044

  DSC_1047

O grande diferencial de Graffiti Moon, ao menos sob os meus olhos, foi justamente unir elementos normalmente tão distantes: arte e juventude. A relação que cada personagem tem com a arte é algo tão fantástico que eu não sei precisar em qual momento a história me cativou. 

Apesar de ser o plano de fundo, o romance não é o único foco. A autora também trata temas como amadurecimento e autodescoberta, especialmente nos personagens masculinos. O Ed é muito único, e é nele que percebemos a maior evolução.

  DSC_1042

A Lucy é uma personagem muito centrada e com ações coerentes perante a personalidade apresentada. O romance flui bem, mesmo o livro sendo relativamente pequeno, e dá pra sentir firmeza nele no decorrer da interação entre os personagens.

A Editora Valentina fez um trabalho gráfico muito bonitinho, a pegada artística da história é muito bem representada no papel. Fora isso, ainda são adicionadas notinhas de rodapé para nos situar diante das várias referências a personalidades australianas. Ah! Esse é outro ponto positivo: o livro ambienta-se em Melbourne, na Austrália. É sempre bom vivenciar histórias em lugares diferentes dos já saturados Estados Unidos e Inglaterra. :)

  DSC_1045

DSC_1041
"Sabe quando, às vezes, um momento não é uma palavra na sua cabeça, mas um cheiro, ou um som, ou uma forma?"

Por causa de suas características poéticas, algumas vezes beirando o melancólico, Graffiti Moon é o tipo de livro que não agrada a todos. Um exemplo disso é eu ter adorado enquanto minha irmã o achou somente "ok". Mas é como eu sempre digo: essa é a melhor parte da leitura, nenhuma experiência é igual a outra. Eu, sem dúvida, o recomendo!



                  Acompanhe o blog também pelo twitter | facebook | instagram | flickr ♥



Escrito por: Jennifer Macieira
Arquivado em


 

8 comentários:

  1. Já compraria pela capa
    e depois por ter sido na Austrália ♥ #sonho

    Amei essa capa afff
    kkk

    Gostei pelo que você disse.
    Não estava querendo muito ler algo adolescente, mas depois que superei esse preconceito com Eleanor & Park isso não existe mais.
    O único livro que li da Ed Valentina foi Fale! e é maravilhoso!!!!!!!!!!

    Tá na minha lista já :)
    Bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa combina muuito com o livro! Não acho ela exatamente bonita, mas tem alguma coisa que chama atenção. Ahh, ele se passar na Austrália também foi uma das coisas que me fizeram ler o livro hehehe ♥

      Fale! está entre os meus principais desejados da editora, mas a história me parece um pouquinho mais pesada.
      Beijo e muuuito obrigada pelo comentário! :D

      Excluir
  2. Como você disse que o livro beira ao melancólico (pelas características poéticas, se não me engano), creio que não iria gostar tanto assim da leitura. Parece ser um bom livro, sim, mas também parece ter uma narrativa previsível. Gostei da capa haha.
    Beijos,
    Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Renata! Ele realmente tem essas características, mas é o tipo de livro que mais importa o "como" as coisas vão acontecer do que os acontecimentos em si, por isso acho que vale a pena!
      Acho que sou a única que não acha a capa tão bonita, apesar de ser bem representativa hahaha :)
      Beeijos!

      Excluir
  3. Sinceramente eu compraria esse livro pela capa kkk , mas depois dessa sua resenha eu fiquei bastante curiosa em ler ele e agora já ta na minha minha lista <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que consegui te deixar com mais vontade, me conta o que achou quando ler! ♥

      Excluir
  4. Único defeito: ser tão pequeno! É realmente uma leitura gostosa, divertida até, mas não deixa de ser significativa, além do amor entre os casais que se formam (e que movem minhas leituras); por isso tudo, amei! E, claro, Austrália <3 beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super concordo! Tão bonzinho de ler e num instante acaba :(
      Amo o fato de se passar em um país relativamente diferente!
      Beijooo <3

      Excluir

Nos conta sua opinião. ♡ Assim que podemos, publicamos e respondemos todos os comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

https://twitter.com/maccieirahttps://www.instagram.com/jennifermacieira/https://www.flickr.com/photos/113227884@N07/



https://www.instagram.com/lisete_reis/https://www.flickr.com/photos/153046504@N02/

Facebook

Instagram

Youtube

Newsletter

Publicidade

Booking.com